CAMPANHA DE OUTUBRO: 88%

  CANAIS
  Agenda
  Galeria de Fotos
  Grupos de Oração
  Liturgia Diária
  Liturgia das Horas
  Notícias
  Orações
  Pedido de Oração
  Santo do Dia
  Sites Católicos
  Web Radio
  Web TV
  FORMAÇÕES
  A favor da vida
  Família
  Jovens
  Marianas
  Querigma
  Sexualidade
  NOSSA IGREJA
  Francisco
  Bento XVI
  João Paulo II
  Novas comunidades
  Renovação Carismática
   
   
   

Como perceber a chegada da menopausa?



3 fevereiro, 2016


Este é um assunto um pouco assustador para a maioria das mulheres: a menopausa! Período onde os ovários não produzem mais hormônios suficientes para continuar o ciclo menstrual, caracterizando a infertilidade. A mulher para de menstruar e, após um ano sem sangramento, diz-se que ocorreu a menopausa, iniciando o período chamado climatério.

Muito mais que algo simplesmente físico, a menopausa representa um degrau dentro das fases naturais do ciclo da vida: o envelhecimento. Claro que, nos dias de hoje, mulheres com 40-55 anos estão no auge da vida, conciliando maturidade com experiência e estabilidade, cheias de novos planos e sonhos. Tratamentos de beleza, cirurgias plásticas e horas de academia podem garantir uma aparência jovial, disfarçando as marcas que o tempo foi causando. Mas a verdade mesmo é que lidar com isso pode ser bastante difícil. Medo, incerteza, perda do autocontrole, mudanças nos relacionamentos e alterações físicas. Algumas pessoas sentem muita dificuldade em aceitar que estão envelhecendo.

Sintomas comuns

Na prática, essa fase exige que muitas mulheres tenham de lidar com diversos sintomas, que mais parecem ser uma nova adolescência. Calores estranhos, alteração de hormônios, mudança do corpo, queda de cabelo, secura de pele, ganho de peso, humor (super) instável, falta de desejo sexual… Parece uma montanha russa de sentimentos e sensações (os maridos que o digam!). Os sintomas podem começar a aparecer mesmo quando a menstruação ainda está normal. Eles podem ser aliviados pela terapia hormonal, quando não existem contraindicações. A idade esperada para a menopausa varia de 35 a 60 anos (maioria entre 45-50 anos), e não depende de quando se começou a menstruar. Algumas podem ter a sorte de ter como único sinal a parada do sangramento. A maioria, porém, passa por um período de grande irregularidade, alternando entre falhas e menstruações fortes (até hemorragias graves) por um a dois anos.

Mais um terço de vida depois da menopausa

Depois de tantas notícias ruins, posso ter causado certo desânimo. Mas quero convidá-la a olhar a menopausa com outros olhos. Com o aumento da expectativa de vida atual, a mulher chega a esta fase tendo pelo menos um terço da vida pela frente. Nos primeiros 20 anos, tínhamos energia, mas éramos imaturas e sem independência. Dos 20 aos 40-50 anos, estávamos construindo nossa estrutura (estudo, trabalho, dinheiro, criação dos filhos…). A partir daí, a mulher se encontra, provavelmente, na melhor fase de sua vida. Relacionamentos estabelecidos, obrigações mais maleáveis, estrutura construída, maturidade emocional, independência. Precisamos olhar essa passagem da menopausa como um novo começo para uma etapa melhor. Envelhecer é difícil sim, em especial se não temos a consciência de que essa vida terrena é passageira e rápida, e que o melhor ainda está por vir. Mas quando conseguimos ver a beleza de cada etapa, tudo ganha sentido, tudo valeu a pena.

Quanto mais caminhamos, mais podemos constatar o bem que fizemos e o legado que deixamos. Podemos nos alegrar com os frutos que já podemos colher. E, no fim, entender que essa vida é só um tempo de amar e ser amado, de sonhar com o céu e se empenhar no que realmente importa: chegar lá!

Roberta Castro
Fonte: Canção Nova

  • Twitter
  • del.icio.us
  • Facebook

Deixe um comentário

   
Curta a Sagrada Famlia Siga-nos @contatosagrada Veja nossas fotos Assista nossos vdeos